Museu do Café de Santos.

A sede da Bolsa Oficial do Café em Santos funcionou de 1922 até a década de 1950, quando essa finalidade foi transferida para a capital paulista. O edifício foi construído para organizar e controlar o mercado cafeeiro como uma marco do centenário da Independência do Brasil devido a importância da industria cafeeira paulista que impulsionou no início do século XX o desenvolvimento político, econômico e cultural do país, e, além disso, fomentou a expansão FERROVIÁRIA que era necessária para a industria nacional.

O edifício preserva as características originais de quando servia de pregão do café, onde funcionava o suntuoso salão do pregão, concentrando a elite cafeeira paulista. Hoje, é possível visitar o Museu do Café que conta com diversas atrações e exposições, além, é claro, de visitar a famosa Cafeteria do Museu, que oferece um cardápio incrível.

"(...) A sala dos pregões públicos, majestosa e imponente - ainda mais se comparada à utilizada no prédio anteriormente ocupado -, contou com um conjunto de obras idealizadas e executadas pelo pintor Benedicto Calixto: o tríptico com a possível cena de leitura do foral da Vila de Santos por Brás Cubas; a idealização da Vila de Santos em 1822, segundo estudos do artista com base em fotos e documentos, e a situação da cidade em 1922."

O edifício é patrimônio histórico nacional tombado em 12 de março de 2009, contudo a construção já era tombado pelo patrimônio municipal e estadual.

Endereço:

Rua XV de Novembro, 95 - Centro Histórico, Santos -SP.

Horário de funcionamento: 9h às 17h