Como a advocacia consultiva pode evitar o pior. - Perfídias do sujeito melindroso.

27/04/2021

Por Marcus Vinicius.

A negligência é pior que a incompetência, pois pressupõe a falta de caráter do interlocutor que na qualidade de responsável pela ação que lhe fora confiado, opta pela omissão, indiferença, inércia, tal como na composição da música de Zeca pagodinho que, com muito samba-enredo canta hilário: "deixa a vida me levar, vida leva eu...", evidentemente nada consta que o artista folclórico seja de fato um sujeito negligente.

Já o interlocutor incompetente assume a ação que pode ser fracassada ou declarada por ele mesmo - o incompetente, de sê-lo, e, por este motivo abstêm-se, demonstrando alguma empatia, em função da incapacidade tal seja a medida de cumprir com a ação.

A imperícia é a qualidade de mal servir, desserviço pelo qual foi confiado ao interlocutor subentendendo-se que ele (a) é inábil em que pesa o dever do ofício, que se esperava certa profundidade de conhecimento no qual acusa o fracasso.

Conflitos de interesse - Litígios.

Consultar um profissional advogado não vai evitar que você tenha problemas na justiça a qualquer tempo, mas vai evitar que você tenha conflitos de interesse conforme o caso específico, caso a caso. A dificuldade em se alcançar a justiça é um fato. Seja por fatos jurídicos ou casos 'folclóricos', resultando, conforme o caso, em desobediência.